Rally dos Campos Gerais: mais um evento é coroado com o DNA da SC Racing

publicado em: 24/05/2014

Estreou neste sábado o Rally dos Campos Gerais, que colocou o Paraná no calendário da Copa do Brasil de Regularidade. E o evento já chegou batendo recorde

 

Além de possuir excelentes duplas do rali de regularidade, o Paraná também tem regiões propícias para a prática do esporte. Neste sábado, foi realizado o 1º Rally dos Campos Gerais, nas cidades de Ponta Grossa e Castro, localizadas no centro do Estado. O certame reuniu 100 veículos, entre as categorias Super Máster, Graduados, Júnior, Expedition e Passeio - superando os números da primeira edição do Rally Transcatarina, que foi de 89 carros. 

Assim, o Paraná começa a fazer parte da Copa do Brasil de Regularidade, que também é formada pelo Enduro Brasil de Regularidade (março), Rally Transcatarina (julho) e Rally Estado de São Paulo (outubro/novembro). "Desde o nosso primeiro rali, em 2009, sempre tivemos uma grande adesão dos paranaenses em nossos grids. Depois dos catarinenses, eles estão em maior número. Por isso, retribuímos essa fidelidade e trouxemos para o Paraná uma etapa do nosso campeonato nacional", explicou o diretor geral da SC Racing - empresa organizadora dos ralis -, Edson João da Costa. 

Chuva para alegrar o povo

Na última quinta-feira, 22, choveu em Ponta Grossa e o mau tempo se estendeu até a noite de ontem, 23... Notícia ruim? Não... Muito pelo contrário. Para os praticantes do rali de regularidade, "quanto mais difícil, melhor". Acontece que com o terreno nestas condições (escorregadio, com lama e poças), o nível das equipes se difere naturalmente, destacando as mais habilidosas e corajosas. Exige-se mais técnica, rapidez de raciocínio, concentração, astúcia e uma comunicação perfeita entre piloto e navegador. "O veículo também tem que estar bem preparado, com pneus adequados para esse tipo de piso e ser resistente. A chuva nos favorece, pois gostamos de competir em solos molhados", comentou o piloto Rone Branco. "Fomos o primeiro carro a entrar na trilha, então, estávamos bastante ansiosos", completou ele, que compete ao lado do navegador Enedir Silva Júnior. 

O Rally dos Campos Gerais

A competição teve 250 quilômetros, com 180 quilômetros navegados. Foram cerca de oito horas e meia de muita navegação, com o coração acelerado. A largada ocorreu na Biblioteca Municipal Professor Bruno Enei, às 8h01. De lá, a planilha seguiu para o Distrito de Passo do Pupo e Biscaia, adentrando uma área de plantação de pinus. Em Castro, às 12h, a população local já aguardava pelos participantes, que em um circuito indoor de 1 quilômetro, acelerou e fez bonito para o público. 

Após o neutro de almoço, veio a segunda metade do Rally dos Campos Gerais, que se iniciou em Carambeí, percorrendo quatro fazendas particulares de plantação de eucalipto e pinus. Ao longo de todo o roteiro, as derrapagens foram constantes e manter o veículo dentro do traçado da estrada foi um desafio a parte. E vários foram os obstáculos: trilhas estreitas em meio à mata natural, estradas vicinais, áreas de plantações de eucaliptos, descampados, curvas de nível, pontes, pedras, travessias de rios, subidas e descidas etc. Sem contar, os diversos laços preparados pela organização. 

Merecedores da vitória

Um fato é certo: essa foi uma prova extremamente difícil, e quem venceu realmente fez por merecer. Assim, na Super Máster, os melhores foram Rone Branco e Enedir da Silva Júnior, que conquistaram a segunda vitória consecutiva na Copa do Brasil. "Esse primeiro lugar ressalta que estamos cada vez mais entrosados. Após a vitória no Enduro, as nossas expectativas aumentaram para manter essa sequência de bom resultado", comemorou Branco. 

Na Graduados, subiram no topo mais alto do pódio André Pereira de Queiroz e Leandro Macedo Ferreira. "Estamos aprimorando nosso desempenho e queremos continuar colhendo esses frutos. A disputa é sempre bastante acirrada, mas faremos todo o possível para manter a liderança do campeonato", declarou Queiroz. 

Entre os competidores da Júnior, melhor para Rafael Cabongue e Neto Andrade. "É muito gratificante ser campeão na primeira edição do Rally dos Campos Gerais. Sabemos que não é fácil segurar essa posição, pois competimos com equipes de alta qualidade, mas lutaremos por isso. O primeiro lugar acostuma", disse animado Cabongue. Eles também foram os campeões do Enduro.

A dupla Eder Presa Motta e Eduardo Gaulke venceu na Expedition. "Foi uma ótima experiência. É uma categoria nova e menos competitiva, mas nos surpreendeu bastante devido ao alto grau de dificuldade. Estamos treinando para poder participar fielmente da Copa do Brasil de Regularidade", salientou Motta. 

Confira o resultado completo em: www.rallycamposgerais.com..br.

Agora, é momento de curtir as lembranças do Rally dos Campos Gerais e pensar na próxima etapa da Copa do Brasil de Regularidade: o 6º Rally Transcatarina, que será realizado de 22 a 26 de julho. 

Classificação - 1º Rally dos Campos Gerais

3ª e 4ª etapas da Copa do Brasil de Regularidade

Categoria Super Máster

1º Rone Branco e Enedir Silva Júnior, 75 pontos
2º Leandro Pereira Moor e Claudio Roberto Flores, 72 pontos
3º Elvis Bonatti e Carlos Brandenburg, 63 pontos
4º Flávio Roberto Kath e Rafain Walendowsky, 63 pontos
5º Marnes Alexandre Floriani e Cristian Mueller, 63 pontos 

Categoria Graduados
1º André Pereira de Queiroz e Leandro Macedo Ferreira, 68 pontos
2º Eduardo Schvambach e Júlio César Maba Floriani, 65 pontos
3º Edson Pereira Schebeski e Alexandre William Dalssoto, 63 pontos
4º Júlio César Bonotto Neto e Leandro José Machado, 58 pontos
5º José Carlos da Silva e Waldemberg Barros, 56 pontos

Categoria Júnior
1º Rafael Cabongue e Neto Andrade, 77 pontos
2º Francklin Pscheidt e Fernando Santana Torquato, 66 pontos
3º Charles Marcelo Ritter e Marcelo Ritter, 62 pontos
4º Marcos Gustavo Francio e Bruno Rozalen Tesser, 60 pontos
5º Irineu Pedroso e Robson Schuinka , 56 pontos

Categoria Expedition (não pontua pelo campeonato)

1º Eder Presa Motta e Eduardo Gaulke, 1.540 pontos perdidos
2º Adelson Pereira e Maiara Frainer, 9.806 pontos perdidos
3º Josimar Telles e Rosmar Telles, 10.412 pontos perdidos
4º André Luis Genaro, José Carlos Genaro Junior, 16.505 pontos perdidos
5º Fabrício Siqueira Hennipman e Conrado Castro Oliveira, 144.964 pontos perdidos

O 1º Rally dos Campos Gerais é patrocinado por Bardahl Promax, Hankook Pneus. E tem apoio de Ekron Industrial, Trilha Eurocar, Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, Prefeitura de Castro, Fundesp - Fundação Municipal de Esportes, Nova Castro, Antena Sul, Mamute Off-Road, Funtur, Posto Lagoa

Realização: SC Racing

Supervisão: CBA - Confederação Brasileira de Automobilismo

Fale conosco
Fale conosco pelo WhatsApp